Imagem mostra um switch de rede com muitas portas.
Ultima atualização: 5 de julho de 2021

Como escolhemos

14Produtos analisados

21Horas investidas

3Estudos avaliados

88Comentários coletados

Seja muito bem-vindo! Se você precisa ligar vários computadores em uma rede, não há opção melhor de equipamento do que um switch de rede. No decorrer desse artigo, traremos todas as informações sobre como e quando usá-lo!

A ideia de ter um switch de rede é permitir que vários computadores e acessórios como impressoras e scanners sejam interligados e possam interagir. Sua utilidade é enorme, principalmente por substituir o antigo hub de rede.




Primeiro, o mais importante

  • É possível usar switches de rede tanto em ambiente doméstico, com poucos computadores e aparelhos, ou em grandes salas com um enorme número de dispositivos. Os modelos variam de quatro a centenas de portas.
  • Você pode escolher entre um switch de rede gerenciável, mais avançado, ou não gerenciável, simples e indicado para redes menores.
  • Mesmo dentro da categoria de switches gerenciáveis existe uma variação considerável de possibilidades de configurações. Os melhores modelos oferecem uma grande gama de opções.

Os melhores switches de rede: Nossas recomendações

Ter um switch de rede de alto nível é fundamental. Nós conversamos com especialistas e selecionamos alguns modelos de grande destaque:

Guia de compra: O que você precisa saber sobre switch de rede

Você tem dúvidas sobre o que um switch de rede oferece? Quer saber se ele é a solução ideal para você? Leia o nosso guia de compra e tenha as suas perguntas respondidas!

Imagem mostra um switch de rede em destaque.

Switches de rede facilitam o gerenciamento das redes internas. (Fonte: webandi / Pixabay.com)

O que é e para que serve um switch de rede?

Switch de rede é um acessório que possui diversas portas para que vários dispositivos diferentes sejam ligados a ele. Entre tais dispositivos, os principais são computadores, mas há a possibilidade também da conexão de impressoras, scanners ou quaisquer outros periféricos.

Os melhores switches de rede oferecem várias possibilidades de configurações.

A função do switch de rede é permitir o gerenciamento com facilidade de uma rede interna. É possível compartilhar arquivos entre todos os computadores conectados, administrá-los e controlá-los. Os melhores modelos oferecem um bom número de configurações disponíveis.

Os principais usos de switches de rede são em lugares com muitos computadores juntos que precisam de um gerenciamento central, como salas de informática em empresas, escolas e universidades e LAN houses.

Switch de rede e hub de rede: Quais as diferenças?

Um outro aparelho muito usado para montar e gerenciar redes de computadores é o hub de rede. Ele é mais antigo e oferece menos recursos do que o switch de rede. Confira as diferenças:

  • Hub de rede: Os computadores de uma rede são conectados ao hub por cabos, mas as informações são sempre compartilhadas entre todos e não há opção de gerenciamento. Assim, a perda de performance e a lentidão são claras, além da limitação de recursos.
  • Switch de rede: Com o switch, é possível gerenciar o compartilhamento apenas de um computador para outro, por exemplo, sem envolver todos os demais da rede. Ele permite que a velocidade da conexão interna seja muito superior.

É recomendado usar um hub de rede apenas em redes muito pequenas, como em um ambiente doméstico com dois ou três dispositivos.

Quais os tipos de switch de rede?

Você pode escolher entre dois tipos de switch de rede: Gerenciável e não gerenciável. O primeiro é mais avançado e oferece uma maior quantidade de possibilidades, enquanto o segundo se aproxima mais de um hub de rede.

Os switches não gerenciáveis funcionam basicamente como plug and play, bastando ligar os dispositivos e aproveitar a rede interligada. Há apenas pequenas diferenças para um hub de rede, com a melhor velocidade de transmissão sendo a principal.

Por outro lado, switches gerenciáveis permitem todos os tipos de configurações. É com eles que se tem o máximo controle sobre uma rede interna, gerando enorme segurança e desempenho.

Nós montamos uma tabela que compara os dois tipos de switches:

Switch gerenciável Switch não gerenciável
O que oferece Possibilidade de diversas configurações, gerenciamento constante Apenas a formação de rede interna no sistema plug and play
Características Desempenho, segurança, porte maior, preço mais alto Menor prote, segurança apenas básica, preço acessível
Recomendado para Grandes empresas, redes com vários computadores Redes domésticas, pequenos negócios

Quais as vantagens de um bom switch de rede?

Escolher um switch de rede de uma marca de confiança, gerenciável e com bons recursos te dá uma série de benefícios.

Veja uma tabela com as principais vantagens e desvantagens do aparelho:

Vantagens
  • Faz com que os processos da rede fiquem mais ágeis
  • Oferece grande estabilidade, impedindo falhas e desconexões
  • Aumenta a velocidade da transferência de dados entre máquinas
  • Melhora a segurança da rede
  • Faz com que a expansão da rede seja mais fácil
Desvantagens
  • Valores podem ser elevados
  • Não faz sentido para uso doméstico

Critérios de compra: Fatores para a escolha de um switch de rede

Não importa se você quer um switch de rede gerenciável ou não gerenciável, é preciso levar em conta alguns quesitos técnicos antes de fazer a sua aquisição:

Número de portas

Existem switches de rede indicados para todos os tamanhos de redes. Os menores possuem apenas quatro portas, perfeitos para uso doméstico ou em empresas muito pequenas.

Os modelos mais comuns possuem oito portas, mas ainda não são suficientes para grandes empresas e salas de informática em prédios com vários computadores. Saiba que é possível encontrar switches de rede com centenas de portas.

Quanto maior o número de portas, maior o aparelho e também o preço.

Imagem mostra um switch de rede com muitas portas em destaque.

Alguns switches de rede possuem enorme quantidade de portas. (Fonte: LoboStudioHamburg / Pixabay.com)

Tipos de portas

As portas mais comuns de switches de rede são as Ethernet. Elas são fundamentais para a ligação dos computadores.

Alguns switches de rede possuem portas para cabos de fibra óptica.

Porém, já há novos modelos que permitem a conexão por cabos trançados ou de fibra óptica. Com eles, é possível ligar computadores para conexões mais velozes e equipamentos como roteadores e modens mais modernos.

As portas Ethernet também permitem a ligação de periféricos como impressoras e scanners, mas é sempre uma boa ideia observar a variedade de entradas e quais outros dispositivos podem ser conectados.

Recursos de gerenciamento

Se a sua ideia com um switch de rede é ter o máximo de autonomia no gerenciamento da rede, verifique quais são as possibilidades que o modelo escolhido oferece.

Dentre os recursos de gerenciamento mais importantes estão o controle de tráfego de dados, a organização das ligações entre computadores e a possibilidade de criar as suas próprias normas de segurança.

Resumo

Se você precisa gerenciar uma rede com muitos computadores e outros dispositivos, o switch de rede é a melhor opção. Ele permite a organização do tráfego de dados e das relações entre os aparelhos, além de garantir velocidade e segurança.

É possível encontrar switches de rede com apenas quatro portas ou com centenas. Tudo depende do tamanho da rede a ser gerenciada e do quanto de autonomia para fazer configurações você precisa.

(Fonte da imagem destacada: blickpixel / Pixabay.com)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas