Imagem de um rotulador.
Ultima atualização: 2 de julho de 2021

Como escolhemos

18Produtos analisados

13Horas investidas

7Estudos avaliados

84Comentários coletados

O rotulador serve para personalizar etiquetas que são utilizadas para marcar os preços de produtos no comércio, etiquetar documentos, arquivos, produtos em estoque, entre outros.

O equipamento pode ser de uso manual, eletrônico ou industrial é ideal para quem não quer mais escrever etiquetas no computador e imprimi-las. Caso esse seja seu caso, sugerimos que você continue a leitura e saiba mais sobre o produto.




Primeiro, o mais importante

  • Um rotulador é utilizado na identificação e organização de objetos, arquivos, documentos, entre outros, seja no comércio, escritório ou em casa.
  • Com um rotulador manual, eletrônico ou industrial é possível escrever etiquetas com preço, denominação ou frases completas, dependendo do modelo escolhido.
  • Um rotulador imprime em etiqueta de papel, tecido ou plástico. Alguns modelos permitem personalizar fonte, tamanho e tonalidade do conteúdo escrito na etiqueta.

Melhores rotuladores: nossas recomendações de compra

Além de aprender quais características você deve analisar antes de comprar um rotulador eletrônico ou manual, preparamos uma lista com os melhores modelos disponíveis no mercado. Avalie as opções e escolha o modelo favorito:

Guia de compra: tudo o que você precisa saber sobre um rotulador

Quem tem um comércio de pequeno, médio ou grande porte, reconhece a importância de um rotulador para identificar, organizar ou precificar os produtos. Um rotulador também pode ajudar a organizar o escritório ou residência. Mas como muitas pessoas não conhecem o rotulador, podem escolher o modelo errado. Para evitar uma compra mal sucedida, leia este guia de compra.

Imagem de uma mulher etiquetando uma caixa de papelão.

O rotulador não serve apenas para precificar produtos em uma loja. Fonte: Liza Summer/ Pexels.com

Por que devo utilizar um rotulador ao invés de uma impressora?

Tanto em um rotulador, quanto em uma impressora convencional, você pode imprimir etiquetas autoadesivas. Mas embora esses equipamentos possam ser complementares em alguns momentos, o rotulador é um equipamento único.

Em primeiro lugar, o rotulador oferece portabilidade e pode ser levado para qualquer lugar, permitindo que você faça alterações ou atualize as etiquetas com muita facilidade.

Outro ponto positivo do rotulador é a possibilidade de modificar a tonalidade e material da etiqueta, atendendo a uma variedade maior de aplicações e contextos.

Você pode aplicar etiquetas em objetos expostos em ambientes abertos, fechados, secos ou úmidos, com temperaturas baixas ou elevadas, entre outros, pois as etiquetas podem ser confeccionadas em papel, tecido, nylon, poliéster ou vinil.

Você também pode alterar a tonalidade dessas etiquetas das tradicionais cores como branco e preto, para opções coloridas, transparentes, metalizadas e até etiquetas fluorescentes, que brilham no escuro.

O que você precisa saber antes de utilizar um rotulador?

Você precisa saber algumas coisas antes de comprar e utilizar um rotulador, como as listadas abaixo:

  • Antes de investir em etiquetas com materiais e tonalidades diferentes, você deve ler o manual de instruções que acompanha seu rotulador para checar a compatibilidade. Veja também a largura da fita que varia de 6mm a 24mm e escolha um modelo compatível com seu rotulador.
  • Como a impressão eletrônica é a base de calor, sugerimos que você analise a tonalidade que deseja para a impressão e reconheça que existem bastantes alternativas quando o assunto é tonalidade da impressão.
  • A maioria dos modelos funciona à base de pilhas, neste sentido não esqueça de removê-las caso fique algum tempo sem utilizar seu rotulador, pois as pilhas podem vazar e oxidar as peças que compõem o circuito interno.

É melhor escolher um rotulador manual ou eletrônico?

Dependendo da maneira como você pretende utilizar seu rotulador, será melhor escolher um modelo de uso manual ou eletrônico.

Para quem trabalha com a criatividade, seja para lidar com artesanato ou fazer um scrapbook, ou deseja precificar os produtos em um comércio de pequeno porte, indicamos um rotulador manual. Este modelo possui recursos simples e a confecção e aplicação da etiqueta é manual.

A impressão é feita em tinta e possui alto-relevo. O custo do equipamento é bastante atrativo e cada impressão tem um custo relativamente baixo, dependendo do material, dimensões e tonalidade da peça.

Um modelo eletrônico é perfeito para organizar a casa, escritório ou comércio, pois consegue imprimir uma grande quantidade de etiquetas sem que você precise de um refil de impressão, mas você precisa repor a etiqueta autoadesiva.

Um dos diferenciais deste modelo é uma pequena tela em que é possível visualizar o que será impresso na etiqueta, como um programa de computador, sendo possível alterar o texto.

Por que é importante pesquisar sobre etiquetas para rotulador?

O rotulador é um equipamento que imprime informações em uma etiqueta, portanto, é fundamental checar se o equipamento é capaz de imprimir em etiqueta com tamanho, formato, material e tonalidade desejada.

O tamanho da etiqueta deve atender a necessidade de leituras, ou seja, quanto mais informações você precisa inserir, maior deve ser a etiqueta. O tamanho maior também ajuda a destacar as informações.

A maioria dos modelos imprime em etiquetas com 9 ou 12mm, mas alguns modelos eletrônicos oferecem maior versatilidade e impressão em etiquetas menores ou maiores.

Cheque também a variedade de materiais de etiquetas suportadas pelo modelo escolhido. Existe bastante variedade quanto ao material, pois além das etiquetas de papel, você encontra tag em tecido ou plástico.

Imagem de uma mulher comprando um item de vestuário em uma loja.

Alguns modelos de rotulador imprimem etiquetas de tecido. Fonte: Sam Lion/ Pexels.com

Critérios de compra: Como escolher um rotulador

Para quem não conhece muito bem sobre os rotuladores eletrônicos, pode parecer fácil fazer a escolha de um produto de qualidade. Porém, existem algumas características que precisam ser observadas e comparadas entre os modelos.

Tipo de impressão

Uma das características mais importantes quando o assunto é rotulador é o tipo de impressão. Enquanto um rotulador manual imprime em tinta e alto-relevo, o modelo eletrônico imprime através de transferência térmica ou transferência térmica direta.

Na transferência térmica, o calor da impressão permite que a tinta passe de uma fita para a etiqueta, em diferentes cores, com durabilidade maior e preço agregado superior.

Já a transferência térmica direta realiza a impressão através da transferência de calor diretamente para a etiqueta, ocorre uma limitação nas cores das tintas, mas o preço da impressão é mais baixo.

Resolução

Embora o conteúdo impresso em um rotulador seja pequeno, recomendamos que você avalie a resolução da impressão, pois um rotulador com qualidade de imagem muito baixa pode dificultar a visualização das letras ou números.

A resolução de impressão de um rotulador é medido em DPI (dots per inch) ou PPP (pontos por polegada), que se referem à mesma coisa.

Velocidade

Outra característica que merece sua atenção é a velocidade de impressão do rotulador, especialmente para quem realiza várias impressões diariamente. A velocidade é definida por milímetro por segundo e quanto maior esse número, maior será a velocidade.

Memória do equipamento

Avalie também a memória do rotulador eletrônico, especialmente se você utiliza uma grande variedade de rótulos e deseja armazená-los e acessá-los com facilidade e rapidez. Esse recurso também é interessante para quem utiliza determinados padrões de rótulos, pois você pode salvar cada um deles.

Tela

Geralmente, os modelos de rotuladores eletrônicos possuem uma tela e outros não. A tela facilita para visualizar o texto, código, preço ou símbolo que será impressos no rótulo, além do espaçamento entre os caracteres.

Na tela você também encontra informações relativas ao nível de bateria, data e hora e acessa as pastas com diferentes padrões de rótulos.

Imagem de alguns pacotes de biscoito etiquetados.

Um rotulador com tela permite que você visualize a etiqueta antes de imprimi-la. Fonte: catscoming/ Pexels.com

Teclado

Quando o assunto é teclado do seu rotulador, indicamos que você procure um modelo em que as letras sejam separadas dos números e dos símbolos e que haja uma certa distância entre essas teclas, sendo que quanto maior a distância, mais fácil é de escrever.

Além dos ícones, avalie se o rotulador escolhido permite impressão em mais de uma linha, fundamental para etiquetas explicativas. Cheque se você consegue ver a quantidade de caracteres que é possível adicionar em cada linha.

Veja também se o modelo escolhido permite selecionar fonte, tamanho da letra e estilo de texto como negrito ou itálico. Alguns modelos oferecem até uma moldura nos textos.

Suprimentos utilizados

Qualquer modelo de rotulador que você escolher utilizará um conjunto de suprimentos para funcionar. A maioria exige reposição de papel autoadesivo, etiquetas, tinta, pilhas ou bateria, entre outros recursos.

Alguns modelos, inclusive, só utilizam suprimentos da mesma marca do fabricante. Nesse sentido, antes de comprar, analise todas as variáveis envolvidas e escolha o modelo que oferecer melhor custo-benefício.

Resumo

Depois da leitura deste artigo, você sabe como encontrar o melhor rotulador para organizar sua casa, escritório ou comércio. Você só precisa analisar os produtos disponíveis com base nos critérios de compra listados e detalhados.

Não deixe de conferir as sugestões de compra, os modelos foram escolhidos de acordo com o nível de aprovação de especialistas e consumidores. Conhece alguém que precisa de um rotulador manual ou eletrônico? Compartilhe este artigo.

(Fonte da imagem destacada: juliabogdan/ 123RF.com)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas