Imagem de uma placa-mãe de computador.
Ultima atualização: 8 de julho de 2021

Como escolhemos

22Produtos analisados

19Horas investidas

4Estudos avaliados

88Comentários coletados

A placa-mãe é o hardware de maior importância em um computador, pois é responsável pela integração e bom funcionamento dos demais componentes da máquina, da mesma maneira que uma placa-mãe inadequada implica no mau desempenho do computador.

Deste modo, saber escolher a placa-mãe é fundamental no momento de montar seu PC. Mas não basta escolher um hardware de excelente qualidade, é preciso escolher um modelo que seja compatível com os demais aparatos técnicos. Continue a leitura para saber quais características analisar no momento da compra.




Primeiro, o mais importante

  • Existem quatro modelos de placa-mãe. A diferença entre esses padrões está no tamanho do hardware que determina o espaço disponível para os demais hardwares e conexões.
  • A placa-mãe precisa ser compatível com o gabinete e deve guiar a escolha do processador, memória RAM, placa gráfica, hardware de armazenamento e mais.
  • Com a placa-mãe adequada, o computador pode suportar novas gerações de processadores, permitindo a troca de hardwares para futuros upgrades da máquina.
  • A escolha de uma placa-mãe adequada é fundamental para quem deseja montar um computador gamer ou um computador para trabalho.

Melhores modelos de placa-mãe: nossas recomendações

Quer dar um upgrade no seu setup gamer ou no seu computador de trabalho? Comece pela placa-mãe e depois escolha os demais hardwares. Abaixo, confira uma seleção com os melhores modelos de placa-mãe oferecidos pelos principais fabricantes:

Guia de compra: tudo o que você precisa saber sobre a placa-mãe

Escolher uma placa-mãe para seu computador não é uma tarefa simples, pois existem diversos modelos com características completamente distintas e você precisa aprender como analisá-las antes da compra. Pensando nisso, elaboramos um guia completo para solucionar as principais dúvidas que surgem ao comprar este hardware.

Imagem de um homem trocando os componentes de um computador.

A placa-mãe desempenha uma das funções mais importantes em um computador: integrar os demais componentes. (Fonte: JESHOOTS-com/ Pixabay.com)

Para que serve a placa-mãe do computador?

A placa-mãe é o hardware mais importante de um computador, independente de sua finalidade, pois é responsável pela integração e bom funcionamento dos demais componentes da máquina.

Este hardware é composto por conjuntos de componentes e circuitos eletrônicos que gerenciam a distribuição de energia para os demais hardwares que estão conectados a essa importante peça, influenciando na troca de informações entre elas.

É a placa-mãe que define quais serão as demais peças compatíveis, como processador, placa gráfica, memória RAM, armazenamento e muitos outros hardwares.

Quais são os diferentes tipos de placa-mãe?

O padrão da placa-mãe não influencia diretamente no desempenho do computador, mas determina se a placa escolhida é adequada ou não ao gabinete. Adquirir um modelo inadequado pode inviabilizar o uso do gabinete, portanto, preste atenção nos diferentes padrões:

  • EATX: é a maior placa-mãe do mercado, mede 30,5 x 33 cm, oferecendo mais espaço para os demais hardwares. É ideal para montar um computador poderoso, no entanto, precisa de um gabinete especial para instalação.
  • ATX: como mede 30,5 x 24,4cm, essa placa-mãe possui uma boa variedade de conexões e possibilidades de upgrade, sendo um dos modelos mais comuns. É excelente para um computador de mesa que use até duas placas de vídeo e quatro pentes de memória RAM.
  • Micro ATX: apesar do nome, essa não é a menor placa-mãe, pois mede 24,4 por 24,4 cm. Por causa das dimensões compactas, este modelo é indicado para gabinetes menores, embora ofereça espaço para mais de um hardware da mesma finalidade, como duas placas de vídeo e Hard drivers e até quatro pentes de memória RAM.
  • Mini ATX: sendo a menor placa-mãe do mercado, este modelo é indicado para computadores de uso pessoal ou profissional quando não há a necessidade de realizar um upgrade na máquina. Este modelo possui apenas um slot PCI-E e dois slots de memória RAM.

Qual a relevância do chipset para a placa-mãe?

Dentre as especificações de uma placa-mãe, ressaltamos o chipset, que indica o conjunto de chips e circuitos integrados e determina as configurações deste hardware, bem como as limitações e possibilidades deste componente.

Dentre essas possibilidades, a principal é a de realizar o overclock, função que turbina a performance do processador e da memória RAM.

Também é o chipset que determina a frequência dos pentes de memória RAM e armazenamento em HD ou SSD. Essa peça também está ligada a qualidade de som do computador. Outra característica importante é o soquete, local onde deve ser instalado o processador, do qual falaremos abaixo.

A placa-mãe influencia na escolha do processador?

A escolha da placa-mãe e do processador devem estar alinhadas. É o soquete utilizado na placa-mãe que determina qual processador você pode utilizar. Para os processadores da AMD, recomendamos os chipsets A300, A320, B350, B450, X370, X470 ou X570.

Para quem deseja colocar um processador da Intel Core, deve escolher um desses modelos: B360, H310, H370 ou Q370 para desempenho comum, ou os modelos Z370 e Z470 para um desempenho superior.

Imagem de um processador.

Ao comprar uma placa-mãe com soquete incompatível, o uso de determinado processador será inviabilizado. (Fonte: cebbi/ Pixabay.com)

Devo escolher uma placa-mãe onboard ou ofboard?

A placa-mãe onboard possui placa de áudio e vídeo integradas, sendo a melhor opção para um computador simples e para tarefas no cotidiano. Como integra algumas funções, essa placa exige melhor desempenho da memória RAM.

Já a placa-mãe offboard não utiliza a memória RAM para reproduzir áudio e vídeo, pois essas placas são dedicadas, sendo uma melhor opção para quem utiliza recursos audiovisuais do computador, mas também uma alternativa mais cara.

Critérios de compra: como escolher a melhor placa-mãe para seu PC

Depois de entender como funciona uma placa-mãe e como o hardware influencia na escolha dos demais componentes da máquina, chegou o momento de discutirmos quais características devem ser analisadas e comparadas no momento da compra:

Processador

Conforme mencionamos anteriormente, não basta comprar uma excelente placa-mãe se o processador escolhido é incompatível ou possui desempenho inferior. É importante avaliar que cada placa-mãe oferece compatibilidade com determinado processador, seja Intel ou AMD.

Outro fator importante é a geração deste processador. Alguns modelos oferecem maior flexibilidade, o que permite incluir processadores de diferentes gerações, possibilitando o upgrade da máquina.

Enquanto os processadores da Intel são um pouco mais exigentes, os processadores da AMD utilizam soquetes padrão.

Slot de memória RAM

Outra característica que merece sua atenção é o espaço disponível para os slots de memória RAM, que pode variar de dois slots em modelos mais simples a quatro slots em modelos mais sofisticados.

Quanto maior a quantidade de slots de memória RAM, melhor o desempenho do seu computador. Avalie também o tipo de memória suportada. Enquanto os modelos mais modernos suportam RAM DDR4, outros ainda suportam RAM DDR3.

Imagem de um hardware.

A placa-mãe pode oferecer de quatro a oito slots de memória RAM. (Fonte: Alessandro Oliverio/ Pexels.com)

Conexões

Os hardwares de armazenamento mais utilizados, são o SSD e o HD, que geralmente são conectados através da entrada SATA ou M2. Em máquinas mais potentes, para gamers por exemplo, pode ser utilizado mais de um hardware para essa finalidade ou uma combinação de SSD e HD, portanto avalie as conexões disponíveis.

Enquanto a maioria dos modelos de placa-mãe oferece quatro entradas SATA, outros chegam a oferecer oito entradas como essa, então fique atento.

Entradas disponíveis

Fique atento também às conexões disponibilizadas por sua placa-mãe, sendo que todas as entradas estão atreladas a placa-mãe como USB, HDMI, saída de áudio, entre outras.

Sugerimos a escolha de uma placa-mãe que ofereça uma boa quantidade de conexões, para que você possa conectar todos os periféricos sem preocupação. Dica: alguns modelos de placa-mãe oferecem mais de dez conexões.

GPU

A placa de vídeo é um dos componentes mais importantes em um PC gamer pois define quantos quadros por segundo serão transmitidos e isso influencia diretamente na qualidade gráfica de seus jogos.

Você pode usar uma placa de vídeo integrada, mas não indicamos essa opção. É possível executar apenas uma GPU ou várias placas gráficas. Essas três opções estão diretamente alinhadas à escolha da placa-mãe, pois algumas suportam apenas uma e outras suportam múltiplas GPU.

Slots de expansão

Com slots de expansão, nos referimos aos espaços destinados à inclusão de outros hardwares em seu PC, como placa de som, placa de vídeo dedicada, placa de captura, entre outros que possibilitam o upgrade da máquina.

Verifique também o padrão dessas conexões e dê preferência às opções mais modernas que oferecem ainda mais desempenho para sua máquina.

As melhores placas-mãe oferecem slots de expansão.

As melhores placas-mãe oferecem slots de expansão. (Fonte: Valentine Tanasovich/ Pexels.com)

Resumo

Com a leitura deste artigo, você entendeu que a placa-mãe é o hardware mais importante em um computador, portanto você deve prestar bastante atenção à escolha deste componente, tendo como base os critérios de compra que listamos e detalhamos acima.

Analise especialmente o padrão da placa-mãe, chipset, soquete para processador, conexões e possibilidades de expansão. Ficou alguma dúvida? Deixe um comentário abaixo que vamos responder o mais breve possível.

(Fonte da imagem destacada: axonite/ Pixabay.com)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas