Ultima atualização: 22 de abril de 2020

Como escolhemos

10Produtos analisados

22Horas investidas

8Estudos avaliados

65Comentários coletados

Você é um gamer apaixonado ou procura maior capacidade gráfica para seus projetos de trabalho? Então é importante você conhecer um pouquinho mais sobre a placa de vídeo AMD.

Mesmo para os mais entusiastas, realizar a compra de uma pela primeira vez pode parecer bastante complicado, principalmente com tantas nomenclaturas envolvidas. Confira nossa análise completa para não se perder.

Primeiro, o mais importante

  • A placa de vídeo tem grande impacto na qualidade gráfica do computador, mas é importante não esquecer que outros fatores como processador e memória RAM também são importantes.
  • O maior problema ao adquirir uma placa de vídeo é verificar se ela é compatível com sua placa mãe, então lembre-se de ler com atenção as especificações do produto.
  • As placas de vídeo não são exatamente baratas, então antes de comprar, verifique qual o seu perfil ao utilizar o computador e quais programas você pretende usar para escolher o modelo mais adequado.

As melhores placas de vídeo AMD: Nossas recomendações

Vamos admitir, quem não gosta de dar aquele upgrade no computador para rodar games de última geração? Ou então levar o nível do seu trabalho? A AMD tem placa de vídeos para todas as situações. Veja alguns modelos que separamos para você.

A melhor opção para quem está começando

Com uma memória de 4 GB em padrão 256 bit e com um clock de 1284 MHz, essa placa é capaz de rodas jogar e aplicações em altíssima qualidade gráfica, com saída HDMI. Potente, ela requer uma fonte de 500 watts.

Uma ótima placa intermediária

Pertencendo a série RX 580, esse modelo oferece 8 GB de memória GDDR5, compatível com DirectX 12 e clock que pode chegar a 2000 MHz x4. Ela também já conta a tecnologia AMD Stream que melhora a performance do PC como um todo.

Nossa recomendação para os gamers mais exigentes

Ideal para quem procura uma placa de vídeo de alto desempenho, a RX 580 Strix possui 8 GB de memória GDDR5 e clock do processador de 1411 MHz no modo Gaming. Ela ainda conta com o ASUS FanConnect, equipado com header de ventoinha com controle híbrido para ótima refrigeração do sistema.

Guia de compra

A AMD é uma das líderes do mercado quando se trata de placas de vídeo, oferecendo uma grande variedade de séries e modelos para agradar a todos os públicos, e a todos os bolsos também.

Infelizmente, esse é um dos pontos que pode te deixar confuso ao escolher qual vai se encaixar melhor em seu computador, ou se será necessário realizar outros upgrades. Veja mais informações e dicas em nosso guia de compra.

Imagem de homem jogando em um PC gamer

Uma boa placa de vídeo é indispensável para rodar os jogos dessa geração. (Fonte: Sean Do/ Unsplash.com)

Por que a AMD se destaca no mercado de tecnologia?

A AMD foi fundada em 1969, com sede no famoso Vale do Silício, na Califórnia, Estados Unidos. Seu primeiro chip a ser fabricado foi o AM2501, capaz de fazer cálculos lógicos.

Porém, foi apenas em 1991 que a empresa começou a se destacar de suas concorrentes com o processador AM386, entrando de vez na briga com a Intel, uma disputada que perdura até os dias de hoje.

O próximo passo foi entrar também no mercado de placas de vídeo, oferecendo preços competitivos em produtos de altíssima qualidade.

Hoje a AMD investe pesado no desenvolvimento de novas tecnologias, tanto na área de jogos, realidade aumentada e virtual. Certamente, eles não vão parar tão cedo.

Quais as vantagens e desvantagens da placa de vídeo AMD?

Quando pensamos em AMD, não é possível ignorar que eles oferecem placas com excelente custo/benefício, principalmente quando comparamos com os produtos de sua concorrente direta.

Seus modelos são compatíveis com tecnologias OpenGL, DirectX e FreeSync, que ajuda a deixar as imagens com maior fluidez.

Eles oferecem ótimos GPU para gamers, assim como a Série Radeon™ Pro para profissionais de criação de mídia e entretenimento, que precisam de maior poder de processamento.

No entanto, é preciso verificar algumas desvantagens, como o alto consumo energético e o fato de que alguns monitores não são compatíveis com a tecnologia FreeSync, o que pode comprometer o desempenho.

Vantagens
  • Placas com excelente custo/benefício
  • Compatibilidade com tecnologias OpenGL, Directx e FreeSync
  • Ótimos modelos para gamers
  • Série Radeon™ Pro para profissionais de criação de mídia
Desvantagens
  • Alto consumo energético
  • Alguns monitores não são compatíveis com a tecnologia FreeSync

Quais os diferentes tipos de placa de vídeo AMD?

A AMD trabalha com cinco séries principais de placas de vídeo, cada uma delas contendo vários modelos.

Nessa tabela vamos nos concentrar naqueles oferecidos diretamente no site do fabricante, já que alguns modelos são fabricados em parceria com outras empresas de tecnologia.

A Radeon™ RX Série 400 é indicada para gamers e usuários casuais, contendo quatro 3 modelos e com os preços mais acessíveis do mercado.

Já a Radeon™ Série 500 é ideal para usuários intermediários, com 4 modelos diferentes com diferentes capacidades de memória e processamento. Elas podem ser encontradas em uma faixa de preço intermediário.

Mais moderna, a Radeon™ RX Série 500 é perfeita para gamers mais exigentes. Ela possui 5 modelos, com opções para agradar até mesmo os mais entusiastas. Infelizmente, isso as torna um pouco mais caras.

E, na vanguarda, a Radeon™ 5700 Series conta com 11 modelos diferentes, todas ótimas tanto para jogos quanto aplicações gráficas. Com isso, é natural que elas estejam entre as mais caras do mercado.

Com tantas opções, vale a pena considerar as especificações técnicas de cada uma antes de realizar a compra.

Radeon™ RX Série 400 Radeon™ Série 500 Radeon™ RX Série 500 Radeon™ 5700 Series
Indicação de uso Para gamers e usuários casuais Ideal para usuários intermediários Perfeito para gamers mais exigentes Ótimo para jogos mais modernos e aplicações gráficas
Modelos 3 4 5 11
Preço Estão entre os mais baratos do mercado Faixa de preço intermediário Custam um pouco mais caro São as mais caras da AMD

Como verificar a compatibilidade da placa de vídeo AMD com minha placa mãe?

Como estamos falando de um investimento alto, é extremamente importante ter certeza de que a placa de vídeo é compatível com sua placa mãe. Caso contrário, você acabará tendo um gasto extra.

A placa de vídeo precisa ser compatível com sua placa mãe.

Atualmente, a maioria das placas de vídeos modernas utilizam o padrão PCIe 16x, com algumas poucas compatíveis com interface AGP ou PCI 3.0.

Para fazer a identificação, você pode recorrer a softwares que realizam a identificação de hardwares instalados em seu computador, ou até mesmo no Painel de Controle do Windows.

Eu sei, pode não parecer uma tarefa muito fácil, principalmente com tantos modelos disponíveis. Felizmente, a AMD oferece um site completamente em português e muitas lojas oferecem uma lista de compatibilidade.

Confira abaixo alguns artigos que podem ajudá-lo a entender um pouco melhor sobre a placa mãe, CPU e como integrar uma placa de captura de imagens para aproveitar ao máximo todo o potência de sua AMD.

Critérios de compra: O que analisar antes de comprar uma placa de vídeo AMD

Ao longo de nosso guia de compras você pôde entender um pouco mais sobre a importância de uma boa placa mãe, aprendeu a como verificar a compatibilidade com a placa mãe, além de outras informações úteis.

Mas, antes de finalmente escolher aquela placa de vídeo AMD que vai transformar seu computador em uma verdadeira máquina gamer, é preciso estar atento a algumas especificações técnicas.

Memória

Uma das primeiras coisas que você nota ao pesquisar sobre as placas de vídeo AMD é a memória, identificada em GB. Esse é um dos fatores responsável pela potência do hardware ao lidar com informações e elementos gráficos.

O natural é pensar que quanto maior a memória, mais poderosa será sua placa, mas isso também depende de suas especificações.

Nos modelos mais atuais, por exemplo, a memória segue um padrão GDDR5, muito mais potente do que as placas antigas, que utilizavam memória DDR3. E certamente a tecnologia vai continuar avançando.

Em um exemplo prático, uma placa de 2 GB GDDR5 pode ser mais eficaz do que uma com 4 GB de memória DDR3, então fique atento para não perder em performance.

foco

Você sabia que a AMD foi uma das pioneiras e integrar a tecnologia de CPU e GPU para aumentar o poder de processamento gráfico?

Frequência

Outro fator muito importante para o desempenho da placa de vídeo é a frequência, também chamada de clock, que é medida em MHz e varia bastante de uma série (ou geração) para outra.

Esse é outro fator que varia muito de um modelo para o outro, então o ideal é que tanto a frequência quanto a memória sejam o mais alto possível para obter uma melhor performance.

Porém, com tantos modelos disponíveis, é possível encontrar um ótimo equilíbrio entre frequência e memória por preços bastante acessíveis.

Coolers

Assim como o processador, a placa de vídeo precisa de um ótimo sistema de refrigeração para que não haja problemas de superaquecimento.

E, como a AMD trabalha em parceria com várias outras empresas na fabricação de suas placas de vídeo, o número e o tipo de cooler podem variar muito de um modelo para o outro.

A principal preocupação aqui é verificar qual o modelo de cooler utilizado caso seja preciso realizar a troca.

Imagem de placa de vídeo AMD com destaque para o cooler

A refrigeração é importante para que sua placa de vídeo dure por mais tempo. (Fonte: Sean Do/ Unsplash.com)

Interface de saída e entrada

Conforme a evolução das placas de vídeo, o tipo de entrada e saída de áudio e vídeo também foi mudando. Nas séries mais antigas, por exemplo, ainda era utilizado o padrão VGA.

Hoje em dia ele já é considerado obsoleto, sendo substituído pelo famoso HDMI, capaz de transmitir imagens em alta resolução.

A dica aqui é verificar se o seu monitor é compatível com a placa de vídeo antes de realizar a compra, principalmente se o seu for de um modelo mais antigo.

Overclock

O Overclock é uma forma de forçar sua placa de vídeo a funcionar em todo o seu potencial initerruptamente, e o fabricante indica a frequência máxima que pode ser atingida na especificação do produto.

Vale lembrar que o Overclock acaba desgastando o hardware e gerando mais calor, então é preciso estar atento se você tem um sistema de refrigeração adequado.

Procure utilizar essa opção em momentos específicos, como naquele jogos mais pesados que exige um pouco mais para rodar redondinho, já que utilizar-se desse recurso em demasia pode prejudicar a vida útil da placa de vídeo a médio e longo prazo.

(Fonte da imagem destacada: Vladimir Malyutin/ Unsplash.com)

Por que você pode confiar em mim?

Redatora entusiasta de gadgets e todos artigos tecnológicos. Adora escrever e experimentar inovações que podem tornar a vida mais prática.