Imagem mostra uma pessoa aplicando pasta térmica em um processador.
Ultima atualização: 22 de julho de 2021

Como escolhemos

8Produtos analisados

15Horas investidas

6Estudos avaliados

91Comentários coletados

Seja muito bem-vindo! A manutenção dos componentes internos é fundamental para que seu computador funcione de maneira adequada por longos anos. Um acessório que pode te ajudar a fazê-la é a pasta térmica!

A pasta térmica é aplicada no cooler de um computador, na parte que fica perto do processador. Ela serve como um guia para dissipar o calor e evitar superaquecimento. Fique conosco e leia atentamente nosso artigo para conhecer todas as informações sobre o assunto!




Primeiro, o mais importante

  • A aplicação da pasta térmica na parte do cooler que fica junto ao processador é fundamental para que aconteça a dissipação adequada do calor, aumentando a durabilidade do computador.
  • Existem pastas térmicas de óxido de zinco, de silicone e de prata, com funções, indicações e preços diferentes.
  • Aplicar a pasta térmica é bastante fácil, mas é preciso tomar cuidado para não exagerar na quantidade. A facilidade da aplicação e o prazo de validade são critérios importantes no momento da compra.

As melhores pastas térmicas: Nossas recomendações

Existem pastas térmicas de diferentes tipos e faixas de preço. Nós conversamos com profissionais de manutenção de computadores e montamos uma lista com os modelos de maior qualidade:

Guia de compra: O que você precisa saber sobre pasta térmica

Quando é necessário usar a pasta térmica? Ela é realmente importante na manutenção de um computador? Essas são algumas das perguntas mais comuns sobre o produto e a seguir você encontra as respostas!

Imagem mostra uma pessoa jogando em um PC gamer equipado.

Quanto mais potentes são os computadores, mais a pasta térmica é necessária. (Fonte: Florian Olivo / Unsplash.com)

O que é e para que serve pasta térmica

O superaquecimento é um problema que atinge muitos computadores e que tem potencial extremamente nocivo, às vezes até irreversível. Ele acontece pela falta de dissipação adequada de calor ou pela pouca ventilação interna.

Quando há ventiladores suficientes e de qualidade no computador, pode ser que ainda exista um problema de dissipação de calor. É aí que entra a pasta térmica.

A pasta térmica fica entre a parte que dissipa calor do cooler e o processador. Ela é, como o nome diz, uma pasta que ocupa o espaço e tem grande capacidade de dissipar calor. Quando se desgasta, porém, perde eficiência.

Quase todos os computadores vêm de fábrica com pasta térmica aplicada, mas eventualmente é necessário fazer a manutenção e trocá-la.

Você sabia que a pasta térmica tem especial importância para os usuários mais avançados, sobretudo gamers, que gostam de fazer o chamado “overclock” no hardware?

Quando é necessário fazer a manutenção da pasta térmica?

Como mencionamos, a maior parte dos computadores e notebooks vêm com pasta térmica aplicada. Portanto, a questão não é sobre aplicar no seu eletrônico ao fazer a compra, mas sim sobre quando efetuar a manutenção. Veja as situações mais comuns:

  • Perda de eficiência: Se após um tempo de uso, normalmente alguns anos, você perceber que o computador começa a esquentar muito mais do que antes, é possível que retocar a pasta térmica seja a solução.
  • Manutenção por tempo: Após aplicar uma pasta térmica no seu computador, você deve observar as orientações de fábrica sobre quanto tempo depois deve retocá-la. O espaço varia de acordo com a qualidade e o material do produto.
  • Montagem de computador: Quem compra um computador peça a peça, com processador e ventiladores em separado, deve prestar atenção na aplicação da pasta térmica para que o sistema de resfriamento seja adequado.

Quais os tipos de pasta térmica?

É possível encontrar no mercado pastas térmicas de diferentes materiais. Elas têm variações de qualidade, de faixa de preço e de indicação de uso.

As pastas térmicas mais acessíveis são as de silicone e óxido de zinco. Elas são vendidas em bisnagas e possuem aplicação bastante simples. A capacidade de resfriamento não é das mais altas, mas ainda é adequada para computadores que não executam tarefas muito pesadas.

Quem precisa de desempenho mais alto do computador, como gamers e profissionais que usam softwares pesados, deve optar por uma pasta térmica de prata. Aplicada com uma seringa, ela é mais cara, mas também possui uma capacidade de resfriamento infinitamente superior.

Preparamos uma tabela que compara os principais tipos de pasta térmica:

Pasta térmica de silicone ou óxido de zinco Pasta térmica de prata
Aplicação Por bisnaga Por seringa
Capacidade de resfriamento Razoável Muito alta
Preço Baixo Alto
Indicação de uso Computadores domésticos e não muito potentes Computadores potentes com alto desempenho

Como aplicar pasta térmica?

Se você tiver conhecimentos básicos de informática e conseguir desmontar peças, pode aplicar a pasta térmica em casa. Caso contrário, sugerimos que busque a ajuda de um profissional.

É importante remover a pasta antiga antes de aplicar a nova.

Para aplicar a pasta térmica corretamente, você precisa retirar o cooler do computador e desmontá-lo. Ele tem uma pasta seca nos lados que encostam em componentes importantes, no caso, a pasta térmica antiga. É onde deve ser feita a aplicação, junto aos chips do processador.

Porém, antes de aplicar a pasta térmica, remova a antiga totalmente usando uma espátula ou um pano com álcool isopropílico.

No momento da aplicação, tenha em mente que é importante não exagerar na quantidade. Apenas uma gota é suficiente. Espalhe bem a pasta pela superfície e confira se não há espaços em branco. Se tudo estiver em ordem, seu computador já está protegido!

Imagem mostra um computador moderno com em uma mesa iluminada.

A manutenção da pasta térmica é fundamental para manter o computador funcionando. (Fonte: Jack B / Unsplash.com)

Critérios de compra: Fatores para a escolha de uma pasta térmica

Nós já falamos sobre as diferenças entre materiais, mas ainda há questões importantes a levar em conta no momento de escolher a sua pasta térmica. A seguir, discutiremos algumas.

Quantidade de pasta na embalagem

Nós já mencionamos que a aplicação de pasta térmica requer uma quantidade pequena, normalmente apenas uma gota. Por isso, se você compra uma embalagem apenas para uso doméstico em seu computador pessoal, o recomendado é escolher a que traz a menor quantidade possível.

O comum é que pastas térmicas sejam vendidas em embalagens de 5 ou 10 gramas, indicadas para uso doméstico, ou em potes bem maiores, ideais para quem trabalha com reparos de computadores e por isso precisam delas com frequência.

Imagem mostra a aplicação de pasta térmica em um computador.

A aplicação da pasta térmica deve ser muito cuidadosa. (Fonte: mediagfx / 123rf.com)

Condução térmica

A característica técnica mais importante de uma pasta térmica é a capacidade de condução de calor. É ela que mede o quanto cada produto é capaz de dissipar as altas temperaturas.

O número da condutividade térmica em W/mK é importantíssimo nas pastas térmicas.

A unidade de medida da capacidade de condução térmica é o W/mK, ou Watt por metro por Kelvin. Você deve observar esse número no momento de comprar a sua pasta térmica, uma vez que ele é diretamente ligado à qualidade do produto.

Para pastas térmicas de silicone ou de óxido de zinco, uma pasta térmica de qualidade deve oferecer pelo menos 1,20 W/mK de condutividade. Nas versões de prata, porém, exija o mínimo de 3 W/mK.

Prazo de validade

Se a quantidade de pasta térmica disponível em uma embalagem é sempre suficiente para múltiplas aplicações, o prazo de validade passa a ser importante. Observe se ele é grande o bastante para permitir os próximos usos.

É importante lembrar no momento da aquisição que o tempo de reaplicação varia entre aproximadamente um ano, para as pastas de óxido de zinco e de silicone, e dois a três anos, para aquelas de prata.

Facilidade de aplicação

Aplicar pasta térmica de maneira incorreta pode ter consequências negativas. O exagero na quantidade é capaz até de danificar o computador. Por isso, quanto mais a versão escolhida facilitar o uso, melhor ela é.

Usar as pastas térmicas com seringa é mais fácil do que as com bisnaga. Além de permitirem o melhor controle a quem faz a aplicação, muitas vezes elas até contam com outros instrumentos facilitadores, como o dosador.

Resumo

Cuidar bem do computador é fundamental e acessórios para a manutenção precisam ser levados em conta. A pasta térmica é importantíssima para evitar o superaquecimento, um problema que pode ser totalmente fatal para um processador e para os demais hardwares.

É possível escolher o tipo de pasta térmica a se comprar de acordo com o uso do computador: Profissional, destinado a atividades como games ou edição de vídeos, que pede pela pasta de prata, ou doméstico, sem um processador tão potente, para o qual as versões de óxido de zinco ou silicone são perfeitas.

(Fonte da imagem destacada: Mika Baumeister / Unsplash.com)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas