Imagem mostra uma impressora Epson em destaque.
Ultima atualização: 30 de abril de 2021

Como escolhemos

12Produtos analisados

31Horas investidas

7Estudos avaliados

75Comentários coletados

Seja muito bem-vindo! Você quer guardar os seus arquivos e documentos em uma mídia física e transportá-los com facilidade? Então uma ótima ideia é escolher o melhor HD externo!

Os HDs externos têm excelentes capacidades de armazenamento e podem te ajudar por serem seguros e, em alguns casos, portáteis. Fique conosco para entender como comprar o modelo que mais se adequa ao que você precisa!




Primeiro, o mais importante

  • O HD externo se destaca pela segurança que apresenta no armazenamento de arquivos e pela alta capacidade. Sua taxa de transferência não é tão satisfatória como a do SSD.
  • Verifique a conectividade do HD externo que deseja comprar e escolha um modelo com capacidade de armazenamento já acima do que você precisa inicialmente.
  • Se você pretende deixar o HD externo ligado de maneira fixa a um computador, pode optar por um modelo de mesa, que é mais barato e tem taxas de transferência superiores.

Os melhores HDs externos: Nossas recomendações

Conversamos com pessoas que usam HD externo com frequência e preparamos uma lista de modelos considerados imbatíveis! Com cada um deles, você pode ter tranquilidade sobre a segurança dos seus arquivos.

Guia de compra: O que você precisa saber sobre os melhores HDs externos

Nós vivemos em uma era com muitas opções de armazenamento. Será que o HD externo ainda compensa? É mais vantagem guardar os arquivos em mídia física ou em nuvem? A seguir, você encontra essas respostas e muitas outras!

Imagem mostra duas mulheres trabalhando em notebooks conectados a HDs externos.

HDs externos são de grande ajuda para quem transporta arquivos. (Fonte: Ketut Subiyanto/ Pexels.com)

Ainda vale a pena usar HD externo?

Os disquetes, com seu limitadíssimo espaço, foram os primeiros dispositivos para armazenamento e transporte de arquivos. Depois vieram os CDs e DVDs, até que o HD externo surgiu e se tornou dominante.

Você sabia que o primeiro disquete, surgido em 1971, tinha capacidade de armazenamento de incríveis 80 kB?

Atualmente, há uma enorme quantidade de formas de armazenamento. O HD externo continua no mercado, mas disputa espaço com os cartões de memória, SSDs externos e com a grande novidade, a nuvem.

A resposta é sim, o HD externo ainda é uma excelente opção para quem não deseja deixar seus arquivos na nuvem e quer tê-los em uma mídia física e portátil. Também é ótimo simplesmente para armazenar fotos, vídeos e músicas que já não cabem no computador.

Por questões de preço e de grande espaço disponível, a compra de um HD externo ainda faz sentido em variadas situações.

HD externo ou SSD: O que vale mais a pena?

Para quem não deseja usar a nuvem ou quer também ter um backup em mídia física, o HD externo e o SSD externo são as principais opções de armazenamento e transporte de arquivos.

Os HDs externos costumam ter capacidade de armazenamento superiores e, quando fora de uso constante, são mais duráveis. O preço por GB costuma compensar bem mais. Por isso, eles são perfeitos para guardar arquivos a longo prazo.

Por outro lado, o SSD se destaca pela taxa de transferência, que permite gravação e acesso muito mais veloz aos arquivos, pelo tamanho, uma vez que a portabilidade é incomparável, e pela durabilidade quando em uso constante.

Preparamos uma tabela que compara as duas formas de armazenamento. Confira:

HD externo SSD
Taxa de transferência Lenta Rápida
Preço Real por GB é mais baixo Real por GB é mais alto
Durabilidade Apresenta mais falhas no cotidiano, dura mais tempo quando guardado Apresenta menos falhas no cotidiano, dura menos tempo quando guardado
Recomendação Arquivos armazenados com menos frequência, backup por longos anos Uso e acesso de arquivos no dia a dia

HD externo portátil ou de mesa?

Uma dúvida no momento de comprar HD externo é a opção entre um modelo portátil ou um de mesa. A resposta depende do uso que você pretende fazer do equipamento.

O HD externo de mesa é muito usado por gamers ou por pessoas que precisam ter grandes quantidades de arquivos pesados sempre à disposição. Eles não são levados de um lugar a outro, ficando fixos a um único computador.

O preço por GB do HD externo de mesa costuma ser um pouco menor do que o do portátil, o que significa que você pode optar por ele caso a sua ideia seja apenas deixar arquivos armazenados por um longo tempo, sem nenhuma ideia de transporte.

Se eventualmente você precisa transportar seus arquivos, porém, é obrigatório um modelo portátil.

Imagem mostra um HD externo ao lado de um notebook, um tablet e um smartphone.

O HD externo pode ser conectado a vários dispositivos. (Fonte: PIX1861/ Pixabay.com)

HD externo é um meio seguro de armazenamento?

Não há dúvidas que o HD externo é um meio seguro de armazenamento, porém, não infalível.

Mesmo os HDs mais seguros ainda têm taxas de falha de cerca de 1%.

No caso de arquivos simples, como fotos e vídeos de família ou documentos de trabalho, recomendamos que você tenha um backup extra, talvez na nuvem. Para o que é totalmente confidencial, mantenha uma cópia em outro dispositivo.

HDs externos têm taxas de falha que variam entre 1% e 15% após um ano. Você pode escolher um modelo com número mais baixo, mas ainda assim existe uma pequena possibilidade de que ele deixe de funcionar corretamente após algum tempo. Não corra riscos de perder seus arquivos.

HDs externos também são compatíveis com consoles?

Sim, você pode ligar HDs externos a consoles modernos como Playstation e Xbox para armazenar seus jogos e avanços sem precisar de conexão com a internet. Eles também podem servir como backup.

O Playstation 4 e o Xbox 360 permitem a instalação de HDs externos à porta USB 3.0, com melhor taxa de transferência e confiabilidade. Caso você sinta que essa é uma opção válida, um modelo de mesa pode ser a melhor pedida!

Critérios de compra: Fatores para a escolha do melhor HD externo

Se você está decidido a comprar um HD externo, precisa entender as variadas especificações técnicas que existem. A seguir, discutiremos algumas das principais.

Capacidade de armazenamento

É claro que compramos HDs externos em busca de espaço de armazenamento e, portanto, essa é a característica mais importante do acessório.

Quanto mais espaço disponível, melhor. Você precisa ter um ponto de partida para saber quando é o mínimo necessário e, a partir daí, recomendamos que seja feita a conta de preço por GB para que se tenha a noção de onde está o melhor custo-benefício.

Com arquivos se tornando cada vez maiores e mais abundantes, HDs de 1 TB ou mais já não são nada absurdos.

Imagem mostra um HD externo conectado a um notebook.

O espaço de armazenamento disponível em HDs externos é cada vez maior. (Fonte: Jessica Lewis/ Pexels.com)

Conectividade

A maior parte dos HDs externos são conectados aos dispositivos através de cabo USB, porém, é preciso se atentar às diferentes tecnologias. Já estamos vivendo a era do USB 3.0 e modelos que não o possuem podem ser considerados obsoletos. O 4.0 (USB-C) está presente em celulares e computadores lançados a partir de 2020.

HD externo wireless é uma boa ideia para uso em dispositivos móveis.

Para se conectar com computadores, o USB é suficiente, mas há quem deseje ligar HDs externos também a celulares. Nesse caso, há duas opções: Modelos wireless ou a compra de um adaptador USB.

Cogitar um HD externo wireless é uma boa ideia caso você o use muito em dispositivos móveis.

Taxa de transferência

Muitos dos arquivos que armazenamos em HDs externos são imensos. Dependendo da taxa de transferência, podemos passar muito tempo fazendo a transposição do computador para HD, ou vice-versa.

Sempre veja a velocidade de transferência do HD escolhido. Por mais que os modelos estejam ganhando em tecnologia, eles ainda são muito mais lentos que os cartões de memória. Quem tem pressa em ter arquivos grandes à mão deve dar especial atenção a esse critério.

Garantia e assistência técnica

Como já mencionamos, HDs externos são suscetíveis a falhas. Em algumas oportunidades, é possível corrigi-las com a assistência técnica ideal. Observe se a marca do modelo escolhido tem boas oficinas autorizadas onde você mora.

A taxa de falha também indica que o HD pode dar problema logo no início de seu uso. Você deve prestar atenção na garantia para não perder dinheiro com uma inesperada falha.

Resumo

Mesmo com outras tecnologias como armazenamento em nuvem e cartões de memória disponíveis, o HD externo ainda é uma boa solução. Ele apresenta boa durabilidade, preço satisfatório e normalmente tem capacidade de guardar muitos arquivos.

Você pode escolher entre um HD externo de mesa, ideal para quem precisa deixá-lo sempre conectado ao computador, ou portátil. De uma forma ou de outra, essa é a melhor alternativa para quem precisa armazenar arquivos a longo prazo, como backup.

(Fonte da imagem destacada: josemiguels / Pixabay.com)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas