Ultima atualização: 22 de abril de 2020

Como escolhemos

12Produtos analisados

16Horas investidas

3Estudos avaliados

43Comentários coletados

A iluminação é essencial para uma boa fotografia ou filmagem. Por esse motivo, o profissional deve investir em um kit iluminação com os principais equipamentos utilizados para proporcionar iluminação artificial.

É importante que o kit iluminação seja versátil e compacto, para que você possa usá-lo em diferentes trabalhos. Para ajudá-lo a escolher o melhor conjunto de equipamentos, preparamos este artigo.

Primeiro, o mais importante

  • Você deve escolher um kit iluminação de acordo com os equipamentos que acompanham o conjunto, como softbox, ring light, rebatedores, difusores, lâmpadas, tripé com altura regulável, entre outros.
  • Vale a pena investir em um kit iluminação que possibilite o controle da intensidade e temperatura da luz.
  • O kit iluminação acompanha uma bolsa para transportar esses equipamentos. Essa bolsa deve ser forrada internamente para evitar possíveis danos aos equipamentos.

As melhores opções de kit iluminação: Os favoritos da redação

Embora seja possível montar seu próprio kit iluminação, você encontra uma grande variedade de conjuntos para profissionais em diferentes níveis de habilidade. Selecionamos as melhores opções abaixo:

O kit iluminação mais completo

Este kit iluminação oferece três pontos de luz, que proporcionam uma iluminação perfeita para suas fotos em estúdio. O conjunto é composto por uma girafa, um softbox com 40x40cm, dois softboxes maiores com 50x70cm, dois tripés de iluminação, dois suportes, nove lâmpadas frias – sendo uma de 135W e oito de 45W – e uma bolsa para transporte.

Uma opção versátil

Este conjunto é composto por dois softboxes com tela difusora, bocal com rosca tipo E27 (para lâmpada comum) com chave para ligar e desligar, duas lâmpadas fluorescentes, dois tripés de iluminação e uma bolsa para transporte.

Uma alternativa de kit inteligente

Este conjunto é composto por dois softboxes com tela difusora, bocal com rosca tipo E27 (para lâmpada comum) com chave para ligar e desligar, duas lâmpadas fluorescentes, dois tripés de iluminação e uma bolsa para transporte.

Guia de Compra

Independente se você é um fotógrafo profissional ou apenas um apaixonado por fotografia, deve entender que a luz incide diretamente no resultado das suas imagens. Por essa razão é importante investir em um kit iluminação.

Com esse conjunto de equipamentos você consegue promover pontos de iluminação, controlar a intensidade e temperatura da luz. Neste Guia de Compra vamos apresentar os diferentes equipamentos que compõem um kit iluminação.

Imagem de uma sessão de fotos.

O kit iluminação vai ajudá-lo a produzir fotografias ainda mais impressionantes. (Fonte: Dean Drobot/ 123rf.com)

O que é um kit iluminação?

Uma área da fotografia em que vale a pena investir e comprar diferentes tipos de equipamentos é a iluminação, pois sem luz não existe imagem – estática ou em movimento.

O kit iluminação é um conjunto de ferramentas utilizadas para proporcionar iluminação artificial e auxiliar na produção de fotografias ou filmagens. A escolha deste conjunto de equipamentos está relacionada às necessidades e preferências do profissional.

Quem precisa de um kit iluminação?

O kit iluminação é fundamental para quem trabalha com fotografia ou produção audiovisual, não importa se você está começando sua carreira ou se é um profissional experiente.

O conjunto de equipamentos também é importante para quem trabalha com redes sociais, seja como influenciador digital ou youtuber.

Quais equipamentos compõem um kit iluminação?

Existem inúmeras ferramentas de iluminação disponíveis – listamos as principais ao longo desta seção. Esses equipamentos podem ser adquiridos separadamente ou em um kit iluminação.

  • Guarda-sol consegue transformar um ponto de luz em uma iluminação agradável aos olhos. Quando você direciona a luz pelo guarda-sol, o equipamento espalha a iluminação e diminui sua intensidade.
  • Softbox consegue transformar um ponto de luz em uma iluminação difusa, uniforme e suave, por isso é ideal para iluminar rostos. É muito utilizada na gravação de vídeos.
  • Sun Gun produz iluminação intensa e uniforme em todo o estúdio, deixando suas fotografias ou cenas com uma luz levemente amarelada.
  • Painel de LED oferece 60, 90 ou 120 lâmpadas LED com iluminação intensa. Alguns modelos oferecem controle de intensidade e temperatura de luz, mas a maioria não. Este equipamento é movido a pilha ou bateria, por essa razão é importante tê-las sempre em mão.
  • Ring Light fornece luz LED ou fluorescente em formato de anel posicionada em volta da câmera. A ring light é bastante utilizada quando você deseja destacar um objeto ou a face de uma pessoa.
  • Refletor e difusor são utilizados para estabelecer a direção da luz proveniente de uma fonte de iluminação. Esses equipamentos difundem e suavizam a luz dura que passa por eles.

Para um profissional em início de carreira ou para quem está aprendendo a fotografar ou filmar, três fontes de luz já é um excelente começo. Se possível, invista em algumas luzes externas, para ampliar suas possibilidades.

Lembre-se que cada equipamento traz um efeito diferente para suas fotografias ou produções audiovisuais. Conheça as principais vantagens e desvantagens de um kit iluminação na tabela abaixo:

Vantagens
  • Oferece equipamentos úteis e versáteis
  • Os equipamentos são compactos, por isso podem ser utilizados em estúdios móveis
  • Todos os modelos acompanham uma bolsa para transporte
  • O preço é mais acessível do que se você comprar os equipamentos separadamente
Desvantagens
  • Você não pode selecionar os equipamentos que vão compor o kit iluminação
  • Tem um custo elevado

Qual é o melhor kit iluminação para novos profissionais?

Para profissionais em início de carreira, a melhor opção é investir em um kit de iluminação contínua, pois você consegue visualizar com a luz aparecerá em sua imagem antes de começar a filmar ou fotografar.

O kit de iluminação contínua permite visualizar como a luz aparecerá na imagem.

Esse conjunto de equipamentos permitem que você manipule a iluminação manualmente e não precise colocar ou remover as lâmpadas para ajustar a quantidade de luz que você necessita.

Outra vantagem é o preço muito mais acessível. Você encontra o kit de iluminação contínua com lâmpadas fluorescentes, de tungstênio ou LED – veja uma comparação entre elas na seção Critérios de compra.

Imagem de equipamentos fotográficos.

Um fotógrafo deve investir em um kit iluminação. (Fonte: Randy Fath/ Unplash.com)

Quais equipamentos compõem um kit iluminação flash?

Um kit de iluminação flash é composto de speedlights, unidades externas de iluminação que podem ser utilizadas sozinhas ou junto a softboxes para homogeneizar e atenuar a intensidade da luz.

A speedlight é mais rápida do que uma luz de flash normal e o equipamento pode ser muito versátil. Além disso, essa ferramenta é leve e portátil, ideal para o trabalho dinâmico de um estúdio.

“No momento da compra, avalie se o tripé possui altura ajustável e qual é a altura mínima e máxima que o equipamento atinge. Confira se possui estrutura firme e sólida e se é facilmente desmontável”

Quais são as características e finalidades de um kit iluminação estroboscópica?

Um kit de iluminação estroboscópica é composto por unidades autossuficientes, ou seja, que acompanham suportes, refletores e fontes de energia na cabeça da lâmpada. Algumas possuem configuração de iluminação contínua.

Cada lâmpada possui 150W de potência. Por ser bastante potente, é muito utilizada em estúdios, mas você encontra uma versão portátil que pode ser transportada em uma maleta.

logo

logo

Critérios de compra: Fatores para considerar ao comprar um kit iluminação

Comprar um kit iluminação nem sempre é uma tarefa fácil, pois existem algumas opções de conjuntos com equipamentos em diferentes tamanhos, formatos e recursos.

Portanto, antes de comprar um kit iluminação, estabeleça qual é o propósito de uso da iluminação artificial. Depois, analise as características listadas abaixo:

Esses critérios auxiliarão no momento da compra. Vamos detalhá-los ao longo desta seção, continue lendo.

Tipo de lâmpada

Você encontra opções de kit iluminação com quatro diferentes tipos de lâmpadas: Incandescente/ tungstênio, fluorescente, halogênio, HMI e LED. Todas as opções proporcionam excelentes resultados:

  • Lâmpada incandescente/ Tungstênio fornece luz amarelada ou alaranjada em baixa intensidade. Embora esse tipo de lâmpada seja mais barata, é uma opção com vida útil curta.
  • Lâmpada fluorescente é muito utilizada em estúdio pois fornece luz suave, emite pouco calor – o aquecimento pode danificar alguns equipamentos – e consome pouca energia.
  • Lâmpada de halogênio é muito comum em produções audiovisuais. Proporciona luz intensa e constante. Possui vida útil longa, por isso é bastante econômica. Mas consome muita energia e superaquece. Observação: Nunca toque em uma lâmpada de halogênio enquanto ela estiver ligada, pois você pode se queimar. Espere o equipamento esfriar antes de guardá-lo na bolsa de transporte.
  • Lâmpada HMI é versátil, pois pode ser utilizada em estúdios fechados ou complementar a luz ao ar livre. No entanto, são muito caras para um kit básico de iluminação.

Também é importante avaliar se essas lâmpadas são ajustáveis. Dessa forma, você consegue determinar de deseja um feixe de luz focado e intenso ou disperso e suave por todo o ambiente.

foco

Dica: Independentemente de qual tipo de lâmpada você escolher, é importante ajustar o balanço de branco da câmera para “Automático” ou regulá-lo de acordo com o tipo de lâmpada que você está utilizando para gerar cores precisas.

Portabilidade

Outra característica que deve ser analisada no momento da compra é a portabilidade do kit iluminação. É importante que os equipamentos sejam modulares, para caberem na bolsa de transporte.

Avalie também o peso desses equipamentos. Se você costuma transportá-los para vários lugares, é importante encontrar o kit iluminação mais leve o possível.

Também é importante que a bolsa possua revestimento interno acolchoado, para preservar os equipamentos com peças em vidro. As alças revestida facilitam o transporte.

Imagem de um fotógrafo em ação.

Os equipamentos do kit iluminação devem ser leves para facilitar o transporte. (Fonte: Sander Dalhuisen/ Pexels.com)

Acessórios

O kit iluminação pode vir com alguns acessórios bastante interessantes, como os listados abaixo:

  • Barndoor: É um sistema com duas ou quatro portas de metal que controlam a propagação de luz. Você pode abrir ou fechar as portas conforme de acordo com o efeito desejado.
  • Telas: Confeccionadas em tecido ou metal, podem ser colocadas na frente do equipamento de iluminação para reduzir a intensidade. Você encontra opções em diferentes espessuras.
  • Géis: São acessórios artístico para o designer de iluminação. Você encontra as seguintes opções de géis: Correção de cor, difusão, densidade neutra (para reduzir a intensidade da luz) e coloridos.
  • Acessórios de montagem: São utilizados para prender o equipamento de iluminação em lugares onde não é possível utilizar o suporte.
  • Tripé: O tripé é um dos acessórios mais importantes em um kit iluminação. Portanto, no momento da compra, avalie se o equipamento possui altura ajustável e qual é a altura mínima e máxima que o tripé atinge. Verifique também se este acessório possui estrutura sólida e peças resistentes.

Características dos refletores e difusores

A maioria dos kits de iluminação acompanham refletores ou difusores, portanto, é importante analisar o tamanho, formato, textura, cor e portabilidade. Detalhamos essas características abaixo:

  • Tamanho: Quanto menores, mais perto devem estar do objeto ou pessoa fotografada. Os modelos maiores são mais caros e difíceis de manusear. Portanto opte por equipamentos de tamanho médio.
  • Formato: Esses equipamentos podem ser redondos, quadrados ou retangulares. Os redondos são fáceis de armazenar e transportar, características que faltam no modelo quadrado. Já o modelo retangular oferece maior propagação de luz.
  • Superfície: A superfície pode ser lisa ou rugosa. Os refletores com superfície lisa refletem a luz sem diminuir sua intensidade, enquanto os modelos ásperos refletem a iluminação atenuada.
  • Tonalidade: Você encontra refletores e difusores em três opções de cores: Branco, prateado ou dourado. O refletor branco reflete uma luz branca, difusa e suave. O refletor prateado cria uma luz cintilante e nítida enquanto o refletor dourado ajuda a aquecer a iluminação.
  • Rigidez: Quando for escolher refletores e difusores avalie se esses equipamentos podem ser dobrados para serem transportados. Unidades sólidas devem ser utilizadas somente em estúdios fixos.

(Fonte da imagem destacada: Serezniy/ 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?