Ultima atualização: 2 de agosto de 2021

Como escolhemos

15Produtos analisados

22Horas investidas

7Estudos avaliados

112Comentários coletados

Os controladores MIDI são ferramentas que estão se tornando cada vez mais reconhecidos por músicos profissionais e amadores como elementos-chave para facilitar o trabalho e a criação. Entretanto, é importante que estes controladores tenham a capacidade de formar todos os sons que você precisa, assim como os elementos adicionais de modulação e criação que você possa precisar para controlar o tempo ou ritmo, por exemplo. Como uma amostra do que está em movimento no mercado, nós encontramos o modelo Alesis V49. Este produto apresenta um extenso layout de 49 teclas que não só é agradável ao toque, mas também ponderado. Ele também possui alguns blocos e outros controles adicionais, com os quais você pode incluir mais elementos em suas criações. Também interessante é o modelo Korg Nanokontrol 2 que, devido à sua construção e design de alta qualidade, embora pequeno em tamanho, inclui todas as funções necessárias para fazer sua música e gravá-la sem complicações.




Controlador midi: nossa recomendação dos melhores produtos

Guia de compra: O que você precisa saber sobre um controlador midi

O controlador MIDI é um dispositivo que, apesar de sua aparente simplicidade, nos permite fazer todo tipo de criações musicais. A fusão de um teclado tradicional com um painel de botões para controlar os efeitos é uma mistura ideal para deixar sua imaginação correr solta. No entanto, a gama atual pode ser complexa, então nosso guia para comprar o melhor controlador MIDI é o complemento ideal para encontrar o modelo certo para você e suas necessidades.

A primeira coisa que você vê em um teclado MIDI são as teclas do tipo piano, com as quais você ativará cada uma das notas. (Fonte: Princeoflove: 111819441/ 123rf)

Características das teclas

A primeira coisa que você vê em um teclado MIDI são as teclas do piano, que são usadas para ativar cada uma das notas. Assim como com um teclado digital, um órgão ou qualquer instrumento similar, o funcionamento adequado e a adaptação dessas teclas às nossas necessidades é fundamental para garantir que o produto se ajuste ao que queremos fazer com ele. Entre os detalhes que marcam boas teclas, está um toque agradável e, de preferência, que não cause deslizamento. Também é importante que as chaves tenham um peso adequado, com modelos contrapesados sendo de interesse para que a resposta seja mais natural. O mesmo vale para os materiais e o traço da chave em si.

Todos esses elementos são pessoais, então você deve verificá-los antes de comprar. O outro ponto importante relacionado às chaves é seu número.

Se você der uma olhada em qualquer comparação de controladores MIDI, você verá dispositivos com diferentes layouts de chave. As mais comuns são 25, 49 e 61 teclas, embora existam outras variantes. Este aspecto influencia tanto quanto o custo do produto e o que você pode fazer com ele. Quanto mais chaves, mais "ferramentas" temos à nossa disposição para criar composições mais complexas.

Painel de botões de efeitos

O outro grande bloco encontrado em qualquer controlador MIDI é o painel de botões de efeitos. Nesta área nós temos uma série de botões ou botões com os quais podemos inserir os efeitos que queremos ao criar nossas composições. Vale a pena verificar tanto o número de botões disponíveis quanto a forma como eles são usados e como eles respondem. No primeiro caso, é óbvio que quanto mais botões você tiver, mais opções você terá de adicionar esses extras.

Não se esqueça também da resposta do botão. Nos controladores MIDI mais baratos, a resposta geralmente é leve, enquanto os mais caros respondem com um clique ou semelhante ao pressionamento da tecla, o que confirma que a tecla foi pressionada. Nesta área você também encontrará outros elementos como potes, faders, pads ou codificadores. Todos estes elementos permitem que você realize diferentes efeitos na mistura ou na sua criação. Se você está procurando um modelo simples, eles não são essenciais, mas se você já tem experiência de mistura ou se você preferir equipamentos mais complexos, então eles se tornam algo que não deve faltar.

Conectividade do controlador

Um controlador MIDI com baixa conectividade é um problema. É importante garantir que o produto tenha todas as conexões necessárias para adicionar mais controle à sua criação e para armazená-lo ou ouvi-lo confortavelmente. Entre as conexões que não devem faltar está a própria saída MIDI, seja através de um soquete MIDI puro ou uma porta USB combinada que o permita. Também é essencial ter um conector para o pedal sostenuto, com o qual você pode "alongar" a duração da nota que você quer pressionando o pedal, da mesma forma que você faria em um piano convencional.

Além disso, os produtos de hoje incorporam outros conectores, como a porta USB, que é essencial para carregar música ou para se conectar a um computador. Uma conexão de fones de ouvido também é comum, permitindo-nos ensaiar e compor sem ser ouvido. E cada vez mais dispositivos também estão se tornando habilitados para Bluetooth, adicionando uma nova opção para eliminar cabos ao conectar a um PC ou outro dispositivo compatível.

Como usar controlador MIDI: o guia definitivo

Se você é músico e gosta de experimentar a criação de composições em seu computador, então você precisará de uma inumerável lista de sons de instrumentos para trabalhar confortavelmente. Isto requer a ajuda de um controlador MIDI, cuja função é enviar estas músicas para seu dispositivo via USB;. Você também pode editá-las e armazená-las diretamente no seu disco rígido. Embora sua instalação seja quase instintiva, recomendamos que você leia um pouco sobre ela, assim você aprenderá como usar o dispositivo corretamente.

Prepare o espaço para montar os dispositivos

Você precisa configurar uma superfície onde você possa colocar seu computador ou laptop ao lado do controlador; para que você possa trabalhar mais confortavelmente. Você também será capaz de criar, monitorar e editar faixas simultaneamente.

Conecte o cabo USB

Pegue o cabo USB incluído no pacote de compra e verifique as extremidades, depois conecte-o aos dois dispositivos. Para fazer isso, você deve inserir os terminais em suas portas de saída identificadas; desta forma, além de ligá-los, você estará fornecendo a energia necessária para o controlador MIDI funcionar.

Faça a instalação automática

Uma vez conectado o cabo USB, você verá uma janela pop-up de busca na tela do computador, então você deve esperar alguns minutos enquanto os vários controladores necessários são instalados automaticamente.

Os controladores MIDI são ferramentas que estão se tornando cada vez mais reconhecidas pelos músicos profissionais. (Fonte: Junce: 80405613/ 123rf)

Instalar o software sequenciador

Para instalar o software, você tem várias opções: você pode instalá-lo fisicamente via CD ou ir diretamente ao site do fabricante para baixá-lo online. Seja qual for a sua escolha, você deve seguir o mesmo procedimento de instalação, indo ao menu de opções e clicando em MIDI Controller. Então uma aba com uma lista de marcas e modelos será exibida, assim, após encontrar a que pertence ao seu equipamento, você deve selecioná-la aceitando na caixa identificada. Desta forma, você terá funções que lhe permitirão controlar, tocar e até editar as faixas de música para dar a elas seu estilo pessoal.

Ative o software instalado

Vá até a área de trabalho do seu computador e abra o programa que você instalou. Em seguida, selecione a aba "Opções de Configuração" na janela pop-up. Você será então presenteado com uma série de opções, todas as quais você precisa desmarcar exceto "Habilitar controle remoto MIDI" e clicar em "OK". Agora, mais uma vez você estará na primeira janela, mas desta vez você precisará ir para "Opções MIDI" e escolher "Entrada de Controle Remoto". Desta forma, o controlador irá funcionar corretamente.

Carregar instrumentos

Você pode incluir um grande número de guitarras, baixo, bateria, piano, flauta e muitos outros sons no seqüenciador, seja incluindo-os diretamente ou acessando-os através de um sintetizador. Você também tem a opção de ir para "Opções de Configuração" e clicar em "Sons Padrões". Isto fornecerá a você um banco de dados de arquivos já configurado pelo fabricante, todos os quais são armazenados no disco rígido do seu computador.

Teste o dispositivo

Selecione um instrumento e pressione uma das teclas no controlador MIDI. Você notará que o som tocará automaticamente e você o ouvirá através dos chifres. Caso contrário, você deve rever o processo de instalação e programação anterior, certificando-se de que as conexões estão corretas.

(Fonte da imagem em destaque: Libertos: 41157543/ 123rf)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas