Imagem mostra um access point instalado em uma parede.
Ultima atualização: 7 de junho de 2021

Como escolhemos

11Produtos analisados

35Horas investidas

6Estudos avaliados

80Comentários coletados

Seja muito bem-vindo! Você tem problemas para levar o sinal WiFi a todos os pontos de uma casa grande, um edifício ou empresa? Saiba que um access point pode ser a solução!

Access points são capazes de ampliar o alcance de um sinal WiFi com segurança e eficiência. Nesse artigo, você entenderá como eles funcionam e saberá como podem te ajudar com os problemas de conexão!




O mais importante

  • Ter um access point em um ambiente doméstico não faz sentido, mas ele é excelente para empresas, edifícios de grande porte e comércios que recebem muitos clientes de maneira simultânea.
  • Além do alcance excepcional de distribuição de sinal, o access point te ajuda a ter maior facilidade de gerenciamento de rede.
  • Verifique quantas conexões simultâneas um access point suporta, se a distribuição de sinal é omnidirecional e se ele é dual band.

Access points: nossa recomendação dos melhores produtos

Para começo de conversa, que tal conhecer excelentes modelos de access point? Preparamos uma lista com os produtos mais eficientes e bem avaliados do mercado!

Guia de compra: O que você precisa saber sobre access points

Chegou a hora de falarmos sobre as informações mais importantes acerca de access points. A seguir, você encontra respostas para as dúvidas mais comuns sobre tais dispositivos!

Imagem mostra uma sala na qual várias pessoas usam seus notebooks.

Access points são excelentes para uso em empresas. (Fonte: fauxels / Pexels.com)

O que é um access point e para que ele serve?

Um access point é um dispositivo que amplia o alcance de uma rede WiFi. Ele deve ser instalado a uma certa distância do roteador em um espaço como uma parede ou uma mesa e, a partir de então, repetirá o sinal recebido, levando-o a uma maior distância.

O access point ajuda muito no gerenciamento de uma rede.

A maior parte dos access points funcionam ligados com fios aos roteadores e, portanto, é preciso ter o cabeamento necessário para instalá-los. Os modelos sem fio nas duas pontas são mais raros.

Além da repetição e ampliação do sinal, um access point é excelente para gerenciamento de uma rede interna. Ele permite o controle de configurações de segurança e de acesso a cada um dos computadores e smartphones.

Access point ou repetidor WiFi?

A função de um access point, recebimento e distribuição de um sinal de internet, é similar ao dos repetidores WiFi. Como saber, então, qual escolher?

Saiba que um Access Point é um equipamento muito mais moderno e robusto do que um repetidor, mas também mais caro e de funcionamento complexo.

Imagem mostra uma ampla sala com um corredor ao fundo.

O access point permite excelente gerenciamento de rede em lugares muito amplos. (Fonte: Nastuh Abootalebi / Unsplash.com)

Um access point consegue se conectar com até 100 dispositivos, enquanto um repetidor WiFi chega a no máximo 20. Ele permite ainda configurações de segurança mais complexas, tem área de cobertura superior e mantém a velocidade contratada junto ao servidor de internet.

Note, porém, que o Access Point não é necessário em um ambiente doméstico que não conta com dezenas de dispositivos conectados e não possui uma área física enorme. Por seu preço elevado e maior dificuldade de instalação, ele é mais recomendado para empresas e edifícios.

Veja uma tabela comparando Access Point e repetidores WiFi:

Access Point Repetidores WiFi
Número de dispositivos suportados Até 100 Até 20
Área de distribuição de sinal Até 300 m² Até 100 m²
Funcionamento Cabeado até o roteador na maior parte dos modelos, distribui o sinal sem fio Recebe e distribui o sinal sem fio
Onde usar Casas muito grandes, empresas, edifícios Casas de tamanho normal, pequenos escritórios

Para quais situações o access point é ideal?

O access point é recomendado principalmente para uso em empresas e em grandes edifícios. A seguir, você encontra uma lista com as principais recomendações:

  • Distribuição de sinal em grandes empresas: Além do access point conseguir distribuir o sinal com grande alcance, ele permite o gerenciamento de conexão com até 100 dispositivos diferentes.
  • Edifícios de grande porte: Faculdades, hospitais e prédios comerciais com internet compartilhada precisam de access points. A facilidade de distribuição e gerenciamento será muito maior.
  • Locais com muitos clientes: Se você tem um negócio como um restaurante ou local de festas, no qual muitas pessoas se conectam à internet simultaneamente, o access point pode ser a solução.
  • Chácaras e sítios: Dependendo do tamanho da sua chácara ou sítio, o alcance dos repetidores WiFi pode não ser suficiente. Um access point ajuda a distribuir o sinal de internet por todo o local.
  • Conexões de roteadores com fio: Quer um usar internet sem fio em sua casa, mas o seu roteador usa fio e você não deseja trocá-lo? Ligá-lo ao access point é uma boa solução!

Quais as vantagens de um access point?

Um access point não é apenas um redistribuidor de sinal de internet. Ele tem o diferencial de impedir a perda de qualidade e de velocidade, fazendo com dispositivos em todas as direções tenham acesso ao máximo potencial de uma rede.

O sinal retransmitido por um access point costuma ter excepcional limpeza. Caso ele seja dual band, pode ainda manter as características originais da rede.

Ao instalar um access point, você consegue gerenciar a sua rede com facilidade, controlar quem a acessa e quando, aumentar a quantidade de conexões possíveis e fazer várias definições de segurança.

O alcance e a quantidade de conexões permitidas por um access point são imbatíveis. Veja uma tabela com as principais vantagens de usar o dispositivo:

Vantagens
  • Imbatível em alcance e possibilidade de conexões simultâneas
  • Possibilita ótimo gerenciamento de rede
  • É muito seguro
  • Serve para rotear sinal de dispositivos que funcionam apenas com fio
Desvantagens
  • Não faz sentido em ambientes pequenos

Critérios de compra: Fatores para a escolha de um access point

Antes de você comprar um access point, precisa conhecer critérios que te ajudam a acertar na escolha do modelo. Nas próximas linhas, discutiremos algumas importantíssimas questões.

Facilidade de instalação

Access points sem fio são mais fáceis de se instalar do que os com fio. Basta parafusá-los à parede ou deixá-los sobre uma mesa.

A maior parte dos modelos de parede possui lugares já indicados para parafusamento e são de instalação simples. Você pode verificar nas instruções quais tipos de parafusos e ferramentas são necessários. Usar um modelo de mesa, porém, é mais simples.

Caso você ligue o access point ao roteador através de um fio, confira se há espaço para o cabeamento necessário. Quanto maior a distância, mais provável a necessidade de canaletas e passagens por dentro de paredes.

Imagem mostra um access point instalado em uma parede.

Muitos access points devem ser instalados em paredes. (Fonte: vfhnb12 / 123rf.com)

Facilidade de configuração

Um dos destaques dos access points é a quantidade de opções de gerenciamento de rede que eles permitem. Questões ligadas à segurança, à quantidade de conexões e à acessibilidade são facilmente configuráveis.

Escolha um access point com um aplicativo fácil de usar.

Porém, a quantidade de opções de gerenciamento e a facilidade do processo variam de modelo para modelo.

Escolha um access point com aplicativo próprio e, de preferência, fácil de usar. Observe quais são as opções de gerenciamento do modelo selecionado e pesquise se a interface é intuitiva e amigável.

Frequências compatíveis

Os roteadores mais modernos disponíveis no mercado são dual band, ou seja, compatíveis com as frequências 2,4 Ghz e 5 Ghz.

Para combinar com um roteador dual band, você precisa de um access point que também o seja. Caso contrário, ele transmitirá apenas uma das frequências.

Lembre-se que a frequência 2,4 Ghz possui mais alcance e, por isso, é melhor para lugares muito amplos, enquanto a 5 Ghz oferece melhor velocidade. Ter ambas de maneira simultânea pode ser bastante útil.

Distribuição de sinal

Uma categoria importante em access points é o alcance do sinal distribuído, que pode chegar a um raio de até 300 metros quadrados do aparelho. A maior parte dos modelos tem capacidade bastante próxima.

Existe uma maior variação quando falamos nas direções para as quais há distribuição de sinal. Em áreas muito amplas, você deve escolher um access point omnidirecional, ou seja, que consegue ter o mesmo alcance para todos os lados.

Uma boa quantidade de antenas ajuda o access point a ter maior alcance.

Resumo

Um access point tem a função receber, limpar e transmitir um sinal WiFi. Com enorme alcance, ele consegue manejar múltiplas conexões simultâneas e, por isso, é ideal para uso em empresas e edifícios.

Além disso, o dispositivo também te ajuda no gerenciamento de rede e nas configurações de segurança. Você pode escolher um modelo cujo aplicativo seja com uma interface intuitiva e com grande facilidade de instalação física. O alcance e a quantidade de conexões simultâneas suportadas também são importantes.

(Fonte da imagem destacada: lhennen / Pixabay.com)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas